< VOLTAR

O tratamento com eletroacupuntura parece reduzir a dor da Fibromialgia

Publicado 04/04/2017
Notícias

Uma revisão da literatura realizada por um grupo da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre concluiu que a estimulação elétrica combinada com a acupuntura tradicional chinesa (eletroacupuntura) pode ser um método eficaz para reduzir a dor em pacientes com Fibromialgia.

O estudo “Electric Stimulation for Pain Relief in Patients with Fibromyalgia: A Systematic Review and Meta-analysis of Randomized Controlled Trials,” foi publicado em fevereiro de 2017, na revista Pain Physician.

O tratamento de pacientes com Fibromialgia é focado principalmente em proporcionar alívio da dor e melhorar as habilidades físicas para realizar tarefas diárias e melhorar a qualidade de vida. Fitness, exercícios de fortalecimento e estimulação elétrica (ES) são algumas das terapias não-farmacológicas recomendadas nas diretrizes de tratamento publicadas recentemente.

ES é uma opção de tratamento utilizada para melhorar os sistemas naturais de inibição da dor. Este método pode ser invasivo, como eletroacupuntura, eletroacupuntura auricular e acupuntura elétrica de calor - ou não invasiva, como a estimulação elétrica transcutânea do ponto de acupuntura e a estimulação elétrica transcutânea dos nervos (TENS). ES demonstrou reduzir eficazmente a dor em várias condições clínicas de dor aguda e crônica, incluindo na Fibromialgia.

Os autores desta revisão sistemática avaliaram os efeitos da TENS e da eletroacupuntura, isoladamente ou em combinação com outras técnicas de tratamento, para o alívio da dor da Fibromialgia. A revisão baseou-se em resultados de nove ensaios clínicos randomizados, que incluíram informações de 301 pacientes.

Seis estudos compararam 93 pacientes que receberam tratamento com TENS, com 87 controles, e três estudos compararam o tratamento com eletroacupuntura em 61 pacientes e em 60 pacientes não tratados ou de controle.

Os autores observaram que o tratamento ES foi associado com a redução da dor em pacientes com Fibromialgia em comparação com o grupo controle. Observando especificamente TENS e tratamentos com eletroacupuntura, eles descobriram que TENS não teve efeito significativo sobre o alívio da dor, mas o tratamento com eletroacupuntura promoveu uma diminuição em pacientes com Fibromialgia em comparação com os controles.

Não conseguiram identificar qualquer melhora na qualidade de vida após o tratamento com TENS isolado ou em combinação com outros tipos de terapia. E os tratamentos de ES também foram incapazes de reduzir a fadiga em pacientes com fibromialgia. Segundo os autores, o pequeno número de estudos incluídos na análise e o tamanho reduzido das amostras poderiam explicar esses resultados.

"Esta meta-análise indica que há poucas evidências para comprovar a eficácia da ES sobre o alívio da dor em pacientes com fibromialgia", escreveram. "Entretanto, evidência de qualidade moderada para a eficácia da eletroacupuntura, combinada ou não com outros tipos de tratamento, foi encontrada para induzir alívio da dor".

Por fim, concluíram que estudos adicionais com boa qualidade metodológica e acompanhamento a longo prazo são necessários para avaliar dor, fadiga e qualidade de vida em pacientes com Fibromialgia. Ainda assim, recomendaram o tratamento invasivo de eletroacupuntura para ser aplicado a pacientes com Fibromialgia como uma estratégia de alívio da dor.

Fonte: Salazar APS, Stein C, Marchese RR, Plentz RDM, and Pagnussat AS. Electric Stimulation for Pain Relief in Patients with Fibromyalgia: A Systematic Review and Meta-analysis of Randomized Controlled Trials. Pain Physician. 2017; 20:15-25.